domingo, 23 de maio de 2010

a ciência alienada

A exatidão, a precisão exigida na academia determina sua chatice e, por conseqüência, o afastamento daqueles que não têm disposição para tanto fastio. O que há de maçante na ciência é mais um muro erguido pelos próprios cientistas. Para se protegerem, é claro.

7 comentários:

Gustavo Girardi disse...

caramba.. voce tá conseguindo.. me desengasgar.. kkk
compartilho fielmente de suas relutancias.. todas elas!

abs!

Gustavo disse...

Todo conhecimento acadêmico tem o mesmo teor da colonização dos jesuítas. Há uma semelhança, entre os jesuítas e os acadêmicos, ambos não são senhores de si.

DGorla disse...

Eles não sabem o que fazem.
Apenas nós sabemos o que eles fazem!

Valeu pelos comentários, Gustavão.
Eu já estava quase tirando o blog do ar por falta de visitantes. Ninguém comenta p*** nenhuma e eu já estava achando que esse blog era perda de tempo.

Vc tá em RP ou não?
Abraço.

Gustavo disse...

cara.. que bom que deu tempo de eu ver seu blog.. me deu muita inspiração..

eu já tava ficando louco de pensar essas coisas.. e ng compartilhar..

Estou em machadinho d´oeste-Ro..

abs!

Erik disse...

Não é porque não há comentários que seu blog seja perda de tempo; cada postagem sua no facebook me trás aqui.
além do mais, como bem disse o sr. abranches, é também uma maneira de esclarecer suas próprias idéias.
continue, sempre

Tio Du disse...

Não comento, mas leio. Só queria registrar!
Abraço!

DGorla disse...

valeu, TioDu!!! Que saudade, meu velho. Vê se aparece inusitadamente qualquer hora, como naquele dia na moras. Bom saber que lês. Muito bom. Uma lisonja! Abraço apertado.